Computação em Nuvem

Esse é um assunto que me agrada bastante. Houve uma grande evolução nos últimos anos e acredito que isso seja o futuro da computação, futuro este que já está entre nós!!

Acho que tudo começou a partir dos discos virtuais. Os usuários podiam publicar seus arquivos nesses discos e acessá-los de qualquer computador. Hoje em dia podemos publicar esses arquivos diretamente dos nossos smartphones e sincronizar tudo nas nuvens. Por exemplo, sicronizo minhas músicas na nuvem e ouço elas via streaming…diretamente do meu celular. Fantástico.

Exemplo de Computação em Nuvem

Empresas como Google, IBM e Microsoft investem muito dinheiro nessa tecnologia. Entretanto, acredito que a Amazon seja a grande pioneira. Investiu absurdamente em cloud computing e hoje colhe os resultados. Vimos o anúncio do Kindle Fire, o seu novo tablet. Com ele, todo o seu conteúdo da Amazon (que acredito ser 90%), é armazenado e sincronizado na nuvem. Isso quer dizer que seus livros, músicas, filmes e inclusive apps não serão armazenados no seu dispositivo, mas sim na nuvem. Tanto é que não existe “system requirement” para esse tablet.

Outro produto que usufrui desse conceito é o Onlive. Com esse serviço, podemos jogar diversos games de última geração sem ter uma placa de vídeo que custe os olhos da cara. Funciona da seguinte forma: você escolhe o jogo, por exemplo, Crysis 2 e ele carrega como se fosse um vídeo. É incrível. Porém, existem alguns pontos fracos, como por exemplo, a latência. Eu testei esse serviço aqui no Brasil e o jogo parava por alguns instantes.

Ainda no ambiente de jogos, temos o Steam Cloud. Pra quem conhece o Steam, já deve ser familiarizado com o serviço. O Steam Cloud guarda todas as suas configurações de jogos na nuvem. Sendo assim, você pode jogar em outro computador e o próprio Steam Cloud vai configurar o jogo da forma que você deixou, e também vai iniciar da onde você parou.

A Apple também aderiu a computação em nuvens. O recente iCloud (nome já diz tudo), armazena todas as suas músicas, documentos, fotos, livros, aplicativos etc, e compartilha tudo com os seus disposítivos com iOS 5.0. Seria o fim do iTunes ? espero que sim.

Como usuário final, podemos aplicar essa tecnologia de diversas formas. Por exemplo, acompanhei a CES e já existem câmeras fotográficas com acesso a internet. Portanto, tiramos a foto, mandamos salvar na nuvem e, se a sua TV tiver acesso a internet, você poderá acessar as suas fotos sem ter que sincronizar com o seu computador ou plugar a câmera na TV.

Ao meu ver, os pontos fracos dessa tecnologia é a velocidade de acesso aos dados e também a questão da privacidade/segurança, tendo em vista que os seus dados sempre estão online.

Enfim, esses foram alguns exemplos básicos de como o conceito de cloud computing pode nos ajudar no dia a dia. Existem diversas outras formas de aplicação, como na área da medicina, engenharia etc. Essa tecnologia não só ajuda no lado pessoal, como também no lado corporativo. Diversas empresas já demonstram grande satisfação em ter adotado cloud computing, por exemplo, na parte de custos de manutenção de servidores.

E vocês ? utilizam essa tecnologia de alguma forma ? usam algum aplicativo para nos indicar ? compartilhe conosco!!

One Reply to “Computação em Nuvem”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *